Cartilha
Ambiental



1. O que você entende por Meio Ambiente?




O meio ambiente envolve todas as coisas com vida e sem vida que existem na Terra ou em alguma região dela e que afetam os outros ecossistemas existentes e a vida dos seres humanos, porém o meio ambiente pode ter diversos conceitos, que são identificados pelos componentes que fazem parte dele.

Para a ONU, o meio ambiente é o conjunto de elementos físicos, químicos, biológicos e sociais que podem causar efeitos diretos ou indiretos sobre os seres vivos e as atividades humanas.

Já para a ecologia, o meio ambiente pode ser definido como o ecossistema em que se desenvolve a vida de um tipo organismo, ou seja, existem diversos tipos de ecossistema em que os organismos vivem.

2. Qual é o impacto ambiental causado pelo homem?




Poluição atmosférica
A atmosfera é uma coluna de gases que possuem várias camadas de gases, dentre eles predomina se o nitrogênio com 80%. O lançamento de alguns gases que podem vir de automóveis, fábricas e queimadas acabam prejudicando a atmosfera.

Inversão térmica
No inverno ocorre um processo natural em que o ar mais fria desce para o chão, por conta de sua maior densidade e, ao se aquecer o sobe novamente para o céu.Porém, quando se tem muita poluição atmosférica o ar que se esfria acaba que não conseguindo descer, pois existe uma espessa camada quente de poluição abaixo.

Chuva Ácida
Com a concentração de gases poluentes derivados do enxofre e nitrogênio na atmosfera a chuva se torna com um pH mais ácido.Com esse evento, pode ocorrer a corrosão de estátuas de mármore e de outros objetos mais sensíveis.

Ilhas de calor
Aquecimento de áreas que não possuem cobertura vegetal.Logo, o solo tende a se aquecer mais o que faz com que ocorra maiores frequências de chuvas.

Efeito estufa
O efeito estufa é um evento natural da atmosfera que ocorre devido à absorção de parte da radiação solar pela superfície terrestre. Essa radiação absorvida pelo solo é reemitida para atmosfera de um modo diferente: na forma de calor, ou seja, radiação infravermelha. Portanto, o efeito estufa é responsável por manter a temperatura adequada na Terra

3. Por que é importante preservar o Meio Ambiente?




Preservar o Meio Ambiente é fundamental para a saúde de nosso planeta e para a garantia de um futuro melhor para as novas gerações. A preservação do meio ambiente depende muito da sensibilização e participação de todos os indivíduos de uma sociedade.

A consciência para a preservação do meio ambiente deve possuir atividades e noções que contribuem para a conservação do mesmo.

Além da educação ambiental, a sustentabilidade é um dos fatores mais importantes para garantir a preservação do meio ambiente, mas para isso devemos ter noção do conceito de sustentabilidade.

4. O que você entende por Sustentabilidade?




Um dos teóricos mais proeminentes nas questões ambientais, Ignacy Sachs, entende a sustentabilidade como "um conceito dinâmico, que leva em conta as necessidades crescentes das populações, num contexto internacional em constante expansão" e que possui nove vertentes principais: a sustentabilidade social, cultural, ecológica, ambiental, econômica, territorial, política nacional e política internacional.

Devemos lembrar que a sustentabilidade está intimamente ligada ao conceito de “desenvolvimento sustentável”, definido como aquele que atenda às necessidades das gerações presentes sem comprometer a capacidade das gerações futuras de suprirem suas próprias necessidades. Assim, a concepção de sustentabilidade pode ser entendida como uma relação equilibrada com o ambiente em sua totalidade, considerando que todos os elementos afetam e são afetados mutuamente pela ação humana.

5. Quais são os três princípios do Tripé da Sustentabilidade?




O Tripé da Sustentabilidade se baseia em três princípios: no social, ambiental e no econômico. Cada um deles tem sua devida importância, mas precisam ser integrados para que a sustentabilidade ocorra de fato. Sem eles, não há algo que mantenha a sustentabilidade de pé.

O Social engloba as pessoas e suas condições de vida, como a saúde, educação,lazer, dentre outros.

O Ambiental se refere aos recursos naturais do planeta e as formas que são utilizados pela sociedade ou empresas.

O Econômico está relacionado com a produção, distribuição e consumo de bens e serviços. A economia deve considerar os fatores sociais e ambientais.

6. Quais das alternativas abaixo são medidas de preservação ambiental?




  • evitar poluição das águas dos rios, mares, oceanos e lagos, separar o lixo orgânico do lixo reciclável;

  • fazer o consumo consciente de recursos como água e energia elétrica;

  • evitar desastres ecológicos, como queimadas, derramamentos de óleo nas águas, desmatamentos e morte de animais;

  • diminuir a poluição e a emissão de gases poluentes;

  • usar energias reaproveitáveis e renováveis, como a solar, eólica (do vento) e hidrelétrica (das águas);

  • diminuir o consumo de alimentos e de produtos industrializados, usar meios de transporte alternativos e menos poluentes, como a bicicleta e os transportes públicos;

  • construção de casas sustentáveis, que sejam preparadas para o uso de energias alternativas e renováveis.

7. O que você entende por Reciclagem?




Reciclagem é o processo de transformação de um material usado em um novo produto igual ou sem relação com o anterior. A partir da reciclagem e da diminuição da produção de lixo acabamos reduzindo todos os tipos de poluição. O processo de reciclagem envolve a separação dos lixos por classes, e seus resíduos acabam se tornando novos produtos.

Os materiais usados na reciclagem são: vidro, plástico, papel, metais, papelão e madeira. Já o lixo orgânico, aquele produzido em casa, pode ser utilizado no processo de compostagem, que transforma o lixo em adubo para plantas em geral.

Uma das maneiras de ajudar na reciclagem é separar o lixo orgânico do não orgânico e participar do sistema de coleta seletiva. Assim, o lixo é recolhido e enviado para locais adequados para que ele seja processado de maneira adequada.

Resultado das perguntas:

Você acertou 0 de 7!

.
.
.
.
.
.
.
.

1. Você sabe o que é a Koppert e o que ela faz?




A Koppert Biological Systems produz soluções sustentáveis para agricultura. Juntamente com os agricultores, e em parceria com a natureza, trabalhamos para tornar a agricultura e a horticultura mais saudável, segura, produtiva e resistente.

O que a Koppert faz é oferecer ao agricultor soluções que existem na própria natureza como inimigos naturais e microorganismos que reduzem a incidência de pragas e doenças que acometem as plantas, bem como inoculantes que tornam as culturas mais resistentes, da raiz até as folhas.

Dessa forma, trabalham para tornar a agricultura brasileira e mundial mais saudável, segura, produtiva, e sustentável. A Koppert tem uma abordagem holística para as plantas e desenvolve soluções para todas as culturas.

2. Qual foi a causa de Jan Koppert buscar uma alternativa para a agricultura?




Em 1967, Jan Koppert dedicava-se integralmente ao cultivo dos pepinos. Dia após dia, trabalhou para melhorar a sua plantação e atingir os melhores resultados. As doenças e pragas eram controladas com produtos químicos, mas a eficácia da proteção das plantações diminuía a cada ano. Os problemas tornaram-se ainda mais graves quando Jan Koppert doente como resultado da utilização destes produtos. Ele teve que enfrentar uma escolha fundamental: desistir, ou procurar uma alternativa.

Com muita dedicação, Jan procurou alternativas e mergulhou no mundo dos predadores naturais. Ele foi o primeiro a introduzir um inimigo natural para combater as infestações com ácaros na sua própria casa de vegetação. Os resultados e efeitos foram tão positivos que Jan Koppert decidiu produzir esta solução, não só para a sua própria empresa, mas para vendê-la aos seus colegas agricultores. Foi assim que a Koppert Biological Systems nasceu.

3. Qual o objetivo da Koppert?




A Koppert Biological Systems contribui para a melhor saúde das pessoas e do planeta. Em parceria com a natureza, tornam a agricultura mais saudável, mais segura e mais produtiva.

A Koppert fornece um sistema integrado de conhecimentos especializados e soluções naturais e seguras para melhorar a saúde das plantações, a sua resistência e produtividade.

4. Qual a base de Pesquisa e Desenvolvimento da Koppert?




Apesar de a Koppert ser conhecida, em primeiro lugar, pelos seus produtos, a empresa é essencialmente baseada em conhecimentos.

Com uma sólida base de P&D, a Koppert compartilha conhecimentos e acreditam que a formação dos funcionários é um passo importante para atingir uma agricultura e uma horticultura sustentáveis.

5. Você acha que a Koppert está presente no Brasil? Se sim, desde que ano?




A Koppert Biological Systems está presente no Brasil desde 2011, quando iniciou seus primeiros registros.

Em 2012 a Koppert do Brasil adquiriu a empresa Itaforte Bioprodutos, que atuava desde 1996 no segmento de Controle Biológico de pragas e doenças da agricultura.

Em 2013, a Koppert foi reconhecida pela revista Globo Rural como a segunda melhor empresa do agronegócio brasileiro no ramo de defensivos. No ano seguinte a empresa adquiriu a Manejo Agrícola, então a maior distribuidora de defensivos biológicos do mercado brasileiro.

Em 2017 foi a vez da Koppert comprar a Espigão, empresa de distribuição no estado de Mato Grosso do Sul.

6. O que você acha que a Koppert faz, além de seus produtos?




Além dos produtos:
A Koppert Biological Systems celebrou seus 50 anos de existência em 2017. O momento perfeito para cumprir um desejo de longa data de lançar a Koppert Foundation. A fundação é uma extensão natural da missão da companhia ‘de fazer agricultura mais saudável, segura e produtiva em cooperação com a natureza’. Essa missão já está sendo aplicada em diversos projetos; com um começo na Koppert Foundation, essas iniciativas e projetos vão ter uma fundação sólida para futuro crescimento

Objetivo:
A Koppert foundation contribui para a qualidade de vida das pessoas e melhora seu bem estar oferecendo soluções e oportunidades de aprendizado que irão afetar positivamente o meio social, econômico, ambiental e as circunstâncias da sanidade, além de estimular a interação com famílias e comunidades locais. A fundação também contribui em soluções sustentáveis para agricultura e horticultura além de melhorar a viabilidade de comida e nutrição para os que precisam.

A Koppert Foundation foca nas seguintes áreas:
Pequenas fazendas: A Koppert Foundation fornece conhecimento de agricultura sustentável e contribui em direção a educação e treino de programas para fazendeiros que têm pouco ou nenhum acesso às habilidades e conhecimento de práticas sustentáveis e lucrativas de plantio.
Responsabilidade social junto aos trabalhadores Koppert: Um meio de trabalho social é um meio mais alegre de trabalho. A Koppert Biological Systems não somente vê a importância das habilidades de seus empregados, mas também em seu envolvimento pessoal na sociedade.
Inovação & Educação: Não existem velhas estradas em novas direções. A Koppert Foundation busca estimular a inovação e a educação facilitando aqueles com brilhantes ideias que estimulam a troca do conhecimento.

Resultado das perguntas:

Você acertou 0 de 6!

.
.
.
.
.
.
.

FutureSeeds

.
.

Iniciativa

O Projeto FutureSeeds é uma iniciativa voluntária dos alunos da Escola de Educação Internacional Van Veen que decidiram seguir os exemplos da agricultura familiar, voltando as ações ao desenvolvimento de uma agricultura sustentável, em associação com o meio ambiente e a comunidade.

Objetivo

Uma das principais metas do projeto é a conscientização das pessoas sobre o manejo adequado do solo e a preservação do meio ambiente, além de criar iniciativas com foco na educação, preservação do meio ambiente, difusão do conhecimento, erradicação da fome e a saúde das comunidades.

Fundamento

Nos últimos anos, discussões acerca de questões ambientais vem ganhando força, em grande parte pela crescente preocupação com o aquecimento global, não só na esfera pública, mas também na privada. Tais discussões estão fazendo com que governos estabeleçam uma série de políticas que regulem as atividades empresariais, com foco na utilização de processos produtivos menos poluentes e com menos gasto de energia.

.